sexta-feira, 1 de julho de 2011

FAM 2011 chega ao fim com exibição de "O Céu Sobre os Ombros" e premiação dos melhores desta edição

 Depois de uma intensa semana de filmes, debates, workshops e encontros, chega ao fim nesta sexta-feira mais uma edição, a décima-quinta, do FAM - Florianópolis Audiovisual Mercosul. O filme de encerramento será "O Céu Sobre os Ombros", de Sérgio Borges.



THE SKY ABOVE - Trailler 2 from Sérgio Borges on Vimeo.




O filme mineiro foi o grande vencedor do Festival de Brasília, levando cinco candangos, incluindo o de melhor filme e direção, além de ter sido selecionado para o prestigioso Festival de Roterdã, na Holanda. A produção se insere na corrente das obras que ignoram as fronteiras entre ficção e documentário e tem forte apelo do cinema experimental. São três personagens reais que interpretam suas próprias histórias.


A transexual Everlyn Barbin divide a rotina de profissional de sexo com a vida acadêmica, fez mestrado sobre os diários de um hermafrodita do século 19 e é professora de cursos de sexualidade. Murari Krishna integra a torcida Galoucura, do Atlético Mineiro, cozinha, anda de skate, trabalha com telemarketing e é do movimento Hare Krishna. Lwei Bakongo é africano, descendentes de portugueses, e vive às custas da mulher e da mãe, sob o a aura de um escritor marginal, que já escreveu vários livros, mas não concluiu nenhum.


Os três não se conhecem, têm histórias singulares, mas seus desejos e seus medos se cruzam e se interpenetram, costurando uma narrativa de perguntas e respostas, de posicionamentos distintos e afins, onde há dualidade permanece, o que é real, o que é ficção.


Antes disso, às 18h, será exibido ainda o documentário "Soldados a Caminho do Puteiro, de Hermes Leal, um resgate da memória da Guerrilha do Araguaia relatada por ex-guerrilheiros e moradores de uma cidadezinha que viveu os dramas da guerra sem saber ao certo o que estava acontecendo.





Por fim, às 20h, serão anunciados os premiados desta 15a edição do FAM, que concorrem a um total de R$ 80 mil em serviços e equipamentos para novas produções.




Sobre as mostras- Itapema e DOC-FAM

 SESSÃO ITAPEMA FM

A sessão ITAPEMA tem trazido todos os dias os melhores curtas metragens do Mercosul. Melhores porque já não bastasse a seleção do comitê de especialistas convidados pelo FAM, a sessão que ocorre às 12:30 no Auditório da Reitoria da UFSC exibe os dois curtas mais votados pelo público. Ou seja, além da preferência do júri, há a preferência do público. E cinema é a arte do público, pois é feita para ele. Clichês deixados de lado, não há destaques na mostra porque todos que estão ali já são destaques. Até agora foram exibidos os curtas Profana Via Sacra, Tempestade, Dona Coroquinha, Jardim Beleléu, Calle Última, O Plantador de Quiabos, Arbol, Janela Molhada, A Noite como Testemunha, Tuya, a Casa das Horas e Zé[s].


DOC FAM

A sessão DOC FAM segue trazendo os melhores documentários para os catarinenses. Dia 28 pode ser assistido o criativo No Lixo do Canal 4, de Yanko del Pino, que conta com fragmentos de reportagens que são revividas por personagens e protagonistas quarenta anos depois, além de contar com comerciais de televisão da época. Enfim, filme obrigatório para qualquer estudante de comunicação. Logo em seguida foi exibido o belíssimo Nélida Piñon – Mapa dos Afetos, de Julio Lellis, que trata da história da renomada escritora, com depoimentos da mesma e de figuras ilustres como a cantora Maria Bethania, o escritor Mario Vargas Llosa e citações da atriz Fernanda Montenegro.


Já no dia 29, foi à tela do Auditório da Reitoria da UFSC os documentários Copa Vidigal e Noel Rosa - Poeta da Vila e do Povo. O primeiro trata da exemplar história do professor Cypa, que entra a guerra de traficantes consegue fazer favelas deixarem de lado a rixa pelo amor ao futebol. Já o segundo trata do sambista e popular poeta Noel Rosa – o filme foi realizado originalmente como seriado televisivo e depois transformado para as grandes telas – e é recheado de depoimentos de músicos e especialistas.

No dia 30 foram exibidos os documentários Do Outro Lado, uma espécie de continuação do Abaixando a Camera, em que mostra como o fotojornalismo pode ser realizado a favor das comunidades carentes – também imperdível para estudantes de comunicação. Em seguida, foi exibido o Carne Osso, filme que retrata a situação de condições precárias dos trabalhadores de frigorífico. Vale a pena lembrar que amanhã ocorrem as últimas sessões, às 14 e 16 horas, com os filmes Mundialito e Revolucíon. Corre que ainda dá tempo de assistir!

Nesta tarde, docFAM traz aventura e futebol para o cinema

 Revolucion, no Doc-FAM, às 14h, no Auditório da Reitoria



1880, Buenos Aires. Ema uma pensão perdida, um jornalista entrevista um dos últimos homens vivos que cruzaram os Andes junto a San Manrtín. Manuel esteban de Corvalán tinha então 15 anos, e por saber ler e escrever foi um de seus secretários. Seu relato nos permitirá adentrar em uma das maiores façanhas da história militar universal, a travessia dos Andes por um exército de 5.200 homens, e na intimidade de seu líder e condutor, um dos maiores homens que a revolução já originou. José Francisco de San Martín. O revolucionário, o republicano, o homem da razão, o maçom. O da péssima saúde de ferro. O gênio militar que comparam com Aníbal, com Naopleão. O estrategista político. O Grande Capitão.

Fórum Nóis no nó: O não ator e os limites do real no cinema, às 15h, na sala Aroeira

Neste debate serão discutidos a participação do não ator no cinema e o próprio limite do audiovisual, com a participação do cineasta Zeca Pires, que lançou recentemente o longa Antropóloga; Brígina Miranda, professora da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC); Carmen Fossari, diretora de teatro da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); e Evelyn Barbin, Lwei Bakongo e Murari Krishna, do filme que será exibido hoje a noite, o Céu sobre os Ombros.



Mundialito no Doc-FAM, às 16h, no Auditório da Reitoria





O filme Mundialito, dirigido por Sebastian Bednarik, trata da década de 80, quando a ditadura militar uruguaia organizou um plebiscito constitucional para se perpetuar no poder e se tornar legalmente respeitada, mas seu objetivo não foi alcançado. Ao mesmo tempo, a Associação de Futebol do Uruguai, apoiada e aprovada pelo governo e pela FIFA, organizou um mini campeonato mundial que nunca tinha sido visto antes. O time uruguaio Nacional foi o ganhador da taça. Coincidência ou causalidade? Após 30 anos, através de entrevistas e imagens reveladoras, "Mundialito" oportuniza a reflexão acerca das razões para a realização desses dois eventos históricos.

Nesta Manhã, o FAM convida para a mesa redonda "a Vida do Curta"

Mostra Infantojuvenil, às 09:30h, no Auditório do Centro de Cultura e Eventos



Apresentação de curtas para os jovens do ensino fundamental, aberto às escolas públicas e particulares da região.


A "Vida do Curta", mesa redonda será realizada às 10:30h, na Sala Aroeira

 O encontro visa discutir o atual cenário de difusão do curta-metragem no Mercosul e buscar alternativas para que essa produção encontre novos canais de distribuição e exibição. A "Vida do Curta" será aberta para todos os interessados, e estarão presentes os diretores e produtores dos curtas exibidos no FAM.


Sessão Itapema FM, às 12:30, no Auditório da Reitoria

Hoje serão exibidos os curtas mais votados da Mostra de Curtas Mercosul exibidos na quinta-feira, a Casa das Horas, de Heraldo Cavalcanti; e Zé[s] de Piu Gomes.
Zé[s]

Zé, Teatro, Oficina. Zé Celso Martinez Corrêa, diretor do Teatro Oficina Uzyna Uzona, São Paulo. Zé Perdiz, mecânico de Brasília cuja oficina se transforma em teatro. Vidas paralelas. Encontro cinematográfico

A Casa das Horas



quinta-feira, 30 de junho de 2011

"Tarantino argentino" é o destaque da noite desta quinta-feira no FAM


O longa argentino "Pompeya", eleito melhor filme argentino no festival de Mar del Plata, tem sido comparado com a produção do diretor Quentin Tarantino em sua mistura de violência, ironia e humor. Se a comparação é válida ou não é o que poderá conferir o público do FAM nesta quinta-feira, às 21h, na exibição do filme dentro da Mostra de Longas Mercosul.


"Pompeya" retrata a violenta guerra entre dois grupos mafiosos – um russo e um coreano – pelo controle de um bairro da periferia de Buenos Aires, mas o faz de uma maneira debochada ao fazer com que a narrativa seja contada por um diretor, um roteirista e um aprendiz cinema que tentam criar um filme de sucesso enquanto a ação transcorre, simultaneamente, em um plano paralelo. Um filme que certamente vale a pena conferir e deve surpreender o público presente.

Antes disso, o público poderá conferir a última sessão da Mostra de Curtas Mercosul, composta por dois documentários e duas ficções:




Nesta tarde, participe do fórum sobre Distribuição e novas tecnologias

 Vivendo um outro olhar, às 14h, no Auditório da Reitoria



Vivendo um outro olhar, do diretor Gullermo Planel, é terceira etapa do projeto sobre fotojornalismo e cidadania no Rio de janeiro, que começou com Abaixando a máquina e continuou com Imagens do Jongo. Como forma de discutir não apenas a fotografia popular, o filme analisa como as diferenças sociais entre asfalto e favela, conceitos como Cidade Partida e outras análises sobre o convívio urbano carioca. O filme trata a questão do jornalismo, da fotografia e da cidadania vista sobre a ótica da favela, seus fotógrafos, suas escolas e agências, um setor, talvez, invisível para muitos.

 Fórum Distribuição e novas tecnologias, às 15h, na Sala Aroeira

 O painel Distribuição e novas tecnologias contará com a presença do cineasta João Massarolo, professor do programa de pós-graduação em Imagem e Som da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar-SP); Alfredo  Manevy,  doutor em estética e comunicação audiovisual pela Universidade de São Paulo (USP), Eduardo Valente cineasta e assessor internacional do Ancine; e Newton Cannito, roteirista e doutor em linguagem e TV Digital pela Escola de Comunicação e Artes (ECA da USP).

Mostra Infantojuvenil, às 15h, no Auditório do Centro de Cultura e Eventos



Os curtas apresentados trazem temas educativos, discutindo assuntos sérios como a ética, em A Fábula da Corrupção e Negócio de Menino e Menina, em que demonstram que as relações pessoais são mais importantes que os negócios e a ganância. O Diário da Terra traz uma reflexão sobre o uso do meio ambiente. Cores & Botas discute o racismo na história de uma menina negra que sonha em ser paquita. E Memória de Elefante, fala sobre a relação entre velhice e infância. Já Musicaixa anima as notas musicais em figuras geométricas, construindo uma partitura de formas e cores.

Carne, Osso no Doc-FAM, às 16h, no Auditório da Reitoria



Carne, Osso dirigido por Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros, mostra os trabalhadores de frigoríficos e as condições precárias, riscos e danos de sáude a que são submetidos.

Mostra Catarinense, às 17h, no Auditório do Centro de Cultura e Eventos

Ballet das Coisas



Mostra infantojuvenil, diversão para jovens e adultos

Mostra Infantojuvenil, às 09:30, no Auditório do Centro de Eventos da UFSC



Apresentação de curtas para os jovens do ensino fundamental, aberto às escolas públicas e particulares da região.


Sessão Itapema FM, às 12:30, no Auditório da Reitoria

Hoje serão exibidos os curtas mais votados da Mostra de Curtas Mercosul exibidos na quarta-feira, Tuya do diretor uruguaio Ivan Mazza, e A noite como testemunha do brasiliense Bruno Torres.

Tuya



Confira o making of do curta.

Making-of TUYA from Ivan Quijada on Vimeo.




A noite como testemunha





A Noite por Testemunha é uma livre adaptação de um caso verídico que chocou o Brasil, quando cinco jovens de classe média, inconsequentes, atearam fogo numa liderança Pataxó que dormia em um ponto de ônibus.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Longa brasileiro "Riscado" é o grande destaque da noite desta quarta-feira

O primeiro longa-metragem de ficção do diretor Gustavo Pizzi, que realizou também o documentário "Pretérito Perfeito", é o grande destaque desta sexta noite do FAM - Florianópolis Audiovisual Mercosul.



O filme acompanha Bianca (interpretada por Karine Teles, esposa de Gustavo Pizzi e sua co-roteirista neste filme, premiada no Festival do Rio), uma atriz que espera a carreira deslanchar. Enquanto batalha por oportunidades, ela se sustenta imitando divas do cinema e divulgando eventos. Após fazer um teste para uma grande produção internacional, Bianca finalmente ganha o papel. Inspirado por sua personalidade, o diretor decide transformar sua protagonista na própria Bianca, incorporando sua história ao roteiro do filme.



O filme é um belo exemplar dessa nova geração de cineastas brasileiros, que tem realizado filmes extremamente pessoais e autorais com pouquíssimos recursos. "Riscado", por exemplo, foi filmado em apenas 12 dias, utilizando o próprio aparamento do diretor como locação.

Antes da exibição de "Riscado", acontece mais uma sessão da Mostra de Curtas Mercosul com ficções da Argentina, Uruguai e Brasília, além da animação "Propriedades de uma Poltrona", do gaúcho Rodrigo John.


Nesta tarde, o futebol e o samba contagiam o DOC-FAM

Copa Vidigal no Doc-FAM, às 14h, no Auditório da Reitoria 




Mostra Infantojuvenil, às 15h, no Auditório do Centro Cultura e Eventos




Apresentação de curtas para os jovens do ensino fundamental, aberto às escolas públicas e particulares da região.



Noel Rosa, o Poeta da Vila no Doc-FAM, à16h, no Auditório da Reitoria







Mostra Catarinense, às 17h, na Auditório do Centro de Cultura e Eventos



Hoje serão exibidos os curtas De Volta para Casa, do diretor Richard Valentini - que recebeu o edital do Funcine em 2009, A Cidade Super Oito de José Manuel Sappino, Agnus de Paulo Brejes, e Mais ou Menos de Alexander Antunes Siqueira.

Sobre as mostras - DOC FAM e Outro Olhares

Outros Olhares
A mostra Outros Olhares que este ano realizou parceria com o cinema italiano, e teve curadoria de Rodrigo Diaz e Massimo Forleo, da associação organizadora do Festival de Cine Latino Americano de Trieste, foi um sucesso. 

As sessões foram exibidas nos dias 25 e 26, cinco curtas a cada dia, e todos de alguma forma abordavam temáticas polêmicas de forma sutil e engraçada – característica típica das produções italianas. Esse maneirismo pode ser visto ainda mais claramente nos filmes destaques da mostra, como Io Parlo!, de Marco Gianfreda, L’amore non esiste, de Massimiliano Camaiti e Provaci Ancora, de Rosario Capozzolo.
 
Io Parlo! aborda uma amizade improvável entre um  garoto e seu futuro ex-cunhado, L`amoré non esiste mostra a felicidade de um azarado no amor e Provaci Ancora alia a comédia ao suicídio. O som das risadas do público, que compareceu em peso na maioria das exibições, foi costumeiro. E nos mostrou como o formato “felinesco” italiano consegue renovar-se depois de tanto tempo mantendo a qualidade nas suas produções.

   

Mostra DOC FAM

A mostra DOC FAM que teve início no dia 25 e se estenderá até último dia do festival está trazendo documentários latino‐americanos de alta qualidade. Por enquanto 4 produções foram exibidas e ainda serão mais 8, que continuam prometendo provocar emoções no público. O início foi com o longa Sobre Futebol e Barreiras, uma co-produção entre Israel e Brasil que mostra de forma reflexiva o conflito entre israelenses e palestinos em plena Copa Mundial. 

No dia 26 foi exibido o media metragem Silêncio das Inocentes, que trata da violência contra a mulher e mostra como se processa a Lei Maria da Penha no Brasil. E no dia 27 foram exibidos as produções Perdão Mister Fiel e Confesiones, ambos tratando da temática ditadura, e claro, suas conseqüências. O primeiro se concentra no Brasil e no caso do operário assassinado Fiel. Já o segundo é uma co‐produção entre Argentina e França e aborda a relação amorosa improvável entre um ex‐carcereiro e sua prisioneira.

Enfim, muita polêmica e reflexões virão por aí. Vale a pena lembrar que a maioria dos documentários exibidos conta com a presença dos diretores que estão sempre abertos a debates e que a mostra é competitiva e os ganhadores terão serviços de correção de cor, conformação, estabilização e conversão de arquivos oferecidos pela Quanta Estúdios, além é claro, do Troféu Panvision.

Bom dia, conheça a programação matutina do FAM

Mostra Infantojuvenil, às 09h30, no Auditório do Centro de Cultura e Eventos

Memória de Elefante
Os curtas apresentados trazem temas educativos, discutindo assuntos sérios como a ética, em A Fábula da Corrupção e Negócio de Menino e Menina, em que demonstram que as relações pessoais são mais importantes que os negócios e a ganância. O Diário da Terra traz uma reflexão sobre o uso do meio ambiente. Cores & Botas discute o racismo na história de uma menina negra que sonha em ser paquita. E Memória de Elefante, fala sobre a relação entre velhice e infância. Já Musicaixa anima as notas musicais em figuras geométricas, construindo uma partitura de formas e cores.

Sessão Itapema, às 12:30h, no Auditório da Reitoria

Serão exibidos os curtas Arbol e Janela Molhada.

Arbol



Arbol do diretor Lucas Adrian Schiaroli , foi filmado em Carlos Paz, uma cidadezinha fronteiriça a Córdoba, e trata da relação homem-natureza, em um campo desolado pelo inverno, o pai de uma humilde família deve resolver como manter o calor em seu lar. Dilema que enfrenta diante da última árvore da região.

Janela Molhada



A história dos pioneiros do cinema pernambucano, os italianos Ugo Falangola e J. Cambieri, e a problemática da restauração de acervos do cinema mudo brasileiro.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Pré-estreia do curta catarinense "Mulher Azul" é destaque da noite desta terça-feira




A Mostra de Curtas Mercosul apresenta nesta terça a pré-estreia do curta catarinense "Mulher Azul", de Maria Emília Azevedo, rodado na França e convidado pela organização do FAM para compor a sessão da noite com uma ficção argentina, outra chilena e um documentário pernambucano:
REUS, às 21h no Auditório Guarapuvu do Centro de Cultura e Eventos

O longa da noite será o uruguaio "Reus", de Eduardo Piñero, Pablo Fernández e Alejandro Pi. Co-produzido com o Brasil, o filme estreou em março no Festival de Punta del Este e tem uma ligação especial com Florianópolis, pois começou a ser escrito na capital catarinense, na época em que Piñero aqui trabalhava, mais precisamente na Praia da Joaquina.



A história trata da briga de duas famílias pelo poder nas ruas de Reus, bairro de Montevidéu que se destaca por sua arquitetura modernista e por suas residências pintadas cada uma de uma cor diferente, e das mudanças que a disputa provoca na vida dos vizinhos. Uma morte e a chegada de uma nova droga (o crack) quebram os códigos de ética em que se baseava o bairro. Os jovens delinquentes (Tumanes) e os comerciantes judeus começam a se enfrentar e o conflito que se instala na localidade toma proporções incontroláveis.

Nesta Tarde, estréia no FAM, a Mostra de Filmes Catarinenses

No lixo do Canal 4 Doc-FAM, às 14 h, no Auditório da Reitoria



No Lixo do Canal 4 (em breve) from yanko del pino on Vimeo.

Mostra Infantojuvenil, às 15h, no Centro Cultura e Eventos

A Mostra Infantojuvenil, convidou os jovens das escolas públicas e privadas da grande Florianópolis para assistirem a uma sessão de cinema com curtas de ficção e animação produzidos em oito estados brasileiros. Hoje á tarde, serão exibidos:



Nélida Piñon no Doc-FAM , às 16h no Auditório da Reitoria


A aclamada escritora narra fatos pitorescos relacionados à sua família, amigos e carreira. O prêmio Nobel de literatura Mario Vargas Llosa conta da longa amizade. Fernanda Montenegro lê frases da autora. Maria Bethânia, Lygia Fagundes Telles e outros afetos importantes na formação de sua personalidade singular participam da homenagem à acadêmica.


Mostra de Curtas Catarinenses, às 17h


A Mostra Catarinense do FAM 2011 selecionou nove obras para edição deste ano, entre documentários, ficções e experimental. A mostra é uma janela exclusiva para a divulgação da produção do Estado, com trabalho de até 30 minutos de duração e exibição em suporte digital. Hoje serão exibidos:
  • F de Faca, Adriana Meyge, Maurício Tussi, Documentário, 21:30 

f de faca from Mauricio Tussi on Vimeo.


  • Making of, Fabrício Porto , Ficção, 017:07 

  • Fritz, José Alfredo Abrão, Ficção, 22:00 

    Mostra infantojuvenil e sessão Itapema são os destaques da programação da manhã

    Mostra infantojuvenil, às 09:30h, no Centro de Cultura e Eventos



    Hoje tem continuidade a mostra de cinema infantojuvenil, pela manhã serão exibidos filmes para as crianças das séries iniciais e a tarde para os jovens de 5° a 8° séries.


    Sessão Itapema FM, às 12:30 no Auditório da Reitoria

    Apresentação dos dois curtas mais votados, exibidos no dia anterior na Mostra Audiovisual Mercosul. Hoje serão exibidos Calle Última e o Plantador de Quiabos. 

    Calle Última




    O Plantador de Quiabos

    segunda-feira, 27 de junho de 2011

    Funcine anuncia contemplados em seu edital na noite desta segunda

    O Funcine (Fundo Municipal de Cinema) anunciará hoje à noite, às 20h45, os projetos vencedores do 6º Prêmio Funcine. Há 52 projetos concorrendo a dois prêmios de R$ 40 mil, 40 projetos a quatro prêmios de R$ 20 mil, e 10 projetos a um prêmio de R$ 10 mil. No total, são 102 propostas concorrentes, um recorde na história do Edital, que aboliu gêneros a partir deste ano para trabalhar com faixas de valores.

    Um pouco antes, ocorre a terceira sessão da Mostra de Curtas Mercosul, com a exibição de quatro filmes: três ficções (sendo uma paraguaia) e um documentário.

    As Três Avós


    Mostra de Longas Mercosul com La Vieja de Atrás


        Encerrando a noite, é a vez da exibição do longa argentino "La Vieja de Atrás" na Mostra de Longas Mercosul. Coproduzido pela brasileira Panda Filmes, o filme recebeu, no ano passado, os prêmios de melhor roteiro e melhor ator (Martín Piroyansky) em Gramado, e o de melhor atriz (Ana Aizenberg) no festival de Huelva, na Espanha.





        O filme trata da relação entre dois personagens completamente diferentes: uma velhinha, dona Rosa, 81 anos, uma alma solitária em um mundo pequeno, feito de silêncio e do passar do tempo. E Marcelo, seu vizinho, um jovem que veio do campo para estudar medicina em Buenos Aires, sem dinheiro, sem amigos, sem alguém que o ajude a sobreviver na cidade.

        Hoje a tarde, estréia das mostras "infantojuvenil" e "revelando os brasis"

        Perdão Mister Fiel no Doc-FAM, às 14h, no Auditório da Reitoria




        Mostra Infantojuvenil



        A mostra tem como objetivo trazer as crianças para o cinema, e para isso oferece às escolas interessadas, o transporte para chegar ao evento, através de uma parceria com a UDESC. O FAM selecionou 10 obras para compor a Mostra Infantojuvenil. Os trabalhos escolhidos, cinco animações e cinco ficções, são procedentes de oito estados brasileiros. 

        Serão dois programas diferente, um para as crianças do segundo ao quarto ano, entre 8 e 10 anos, com os curtas-metragens “Negócio De Menino Com Menina”, de Marcus Vilar (João Pessoa/2011, Animação), “Musicaixa”, de Jackson Abacatu (Belo Horizonte/2011, Animação), “A Fábula da Corrupção”, de Lisandro Santos (Porto Alegre/2011, Animação), “O Diário da Terra”, de Diogo Viegas (Rio de Janeiro/2010, Animação), “Cores & Botas”, de Juliana Vicente (São Paulo, Vinhedo/2011, Ficção) e “Memória De Elefante”, de Denise Moraes (Brasília/ 2010, Ficção).

        A outra programação é destinada a jovens do quarto ao sexto ano, entre 10 e 12 anos, e inclui as produções “Ela veio me ver”, de Essi Rafael (Campo Grande/2010, Ficção) , “Naiá e a Lua”, de Leandro Tadashi (São Paulo/2011, Ficção), “ Tempestade”, de Cesar Cabral (Santo André/2010, Animação) e “Procura-se”, de Iberê Carvalho (Brasília/2010, Ficção).

          

        Confesiones no Doc-FAM, às 16h, no Auditório da Reitoria




         Mostra Revelando os Brasis, na Praça da Cidadania, às 17h30

        Vida em tronco


        O espaço exibirá produções inéditas realizadas pelo projeto homônimo realizado no país, que possibilita aos moradores de pequenas cidades brasileiras produzirem e contarem suas próprias histórias. Serão exibidos quatro trabalhos, dentre eles três catarinenses, Vida em Tronco, da estudante de jornalismo Keila Zanatto, de Treze Tílias, Tamanca de Madeira, da pedagoga e educadora Dircélia Aparecida Nicoluzzi, de Irineópolis, Doce Amargo, ficção do policial militar Vanderlei Silva, de Dionísio Cerqueira. O projeto ainda consiste, além de produzir, exibir o resultado nos municípios participantes e nas Capitais desses municípios em um caminhão equipado para a projeção.

        Bom dia! Conheça a programação matutina do FAM

        Criando, gerindo e disseminando conteúdos digitais, às 09h, na Sala Aroeira

        Este fórum foi realizado em parceria com o I Congresso de TV Digital, que tem como tema a expansão da cultura audiovisual por meio digital. O Painel busca estabelecer um debate sobre a criação, gestão e a divulgação de conteúdos digitais, com Cosette Castro (Universidade. Católica de Brasília), Silvio Da-Rin (TV Brasil) e Eva Piwowarski (TV Digital Argentina).

        Sessão Itapema FM, às 12h30, no Auditório da Reitoria

        A sessão Itapema FM vai reprisar os dois filmes mais votados da Mostra de Curtas Mercosul, exibidos no dia anterior. Hoje serão exibidos os curtas Dona Coroquinha e Jardim Beleléu.

        Dona Coroquinha


        Dona Coroquinha from Diogo Nii Cavalcanti on Vimeo.



        Jardim Beleléu

        domingo, 26 de junho de 2011

        Longa chileno "La Vida de los Peces" é destaque deste domingo à noite

        O FAM continua a todo vapor, apesar do frio que se abateu sobre Florianópolis neste domingo. Dando continuidade à Mostra de Longas Mercosul, o destaque desta noite fica por conta do filme "La Vida de los Peces", do diretor chileno Matias Bize, que será exibido às 21h no Auditório Guarapuru.



        O filme estreou no Festival de Veneza, foi indicado pelo Chile ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e ganhou o Goya de melhor filme hispanoamericano. Bize, considerado pela Cahiers du Cinéma como o mais promissor cineasta chileno, recorre a histórias mínimas e à simplicidade de linguagem e recursos num roteiro sobre as relações amorosas.





        "La Vida de los Peces" trata do reencontro de um casal depois de anos sem se ver. Andrés (Santiago Cabrera), um jornalista chileno que deixou seu país para trabalhar no exterior, volta para casa para a festa de aniversário de um amigo e se depara com uma antiga namorada, Beatriz (Blanca Lewin). Nesse embate com o passado, ele reavalia sua vida.

        Mostra de Curtas Mercosul tem continuidade com cinco filmes

        A Mostra de Curtas Mercosul também tem continuidade neste domingo, com a exibição de cinco títulos, sendo uma animação e quatro ficções, incluindo o argentino "Muraña", de Sebastian Palacio:

        Muraña

        Programação da tarde de domingo no FAM

        Mostra Outros Olhares, às 14h no Auditório da Reitoria



        A Mostra Outros Olhares, presta uma homenagem ao cinema italiano, a curadoria é de de Rodrigo Diaz e Massimo Forleo, da Associação pela Promoção da Cultura Latinoamericana na Itália – APCLAI, organizadora do Festival de Cine Latino Americano de Trieste. Neste domingo, serão exibidos os filmes dos cineastas Vanni Gandolfo, Un’estate al mare; Nino Sabella Maradona Baby; Rosario Capozzolo, Provaci Ancora e Enzo Aronica W Union Square.


        Lançamento SC Games, às 15h, na Sala Aroeira no Centro de Eventos da UFSC

        O SC Games lança hoje um game sobre a história do cinema nacional. O game foi realizado pelo projeto Novos Talentos com estudantes de escolas públicas, em que desenvolvem games educativos. O projeto começou em 2009, e a cada ano uma turma desenvolve um game. O projeto-piloto sobre cinema foi desenvolvido por alunos de 14 anos, durante um mês, em parceria com a Associação Cultural Panvision.


        Mostra DOC-FAM, às 16h no Auditório da Reitoria



        O documentário trata da violência contra a mulher. Por meio de depoimentos, o documentário apresenta a realidade de vítimas da violência doméstica e mostra como se processa, no Brasil, a lei n. 11.340, considerada uma das três mais completas do gênero no mundo, e tem como objetivo promover o debate e a reflexão contribuindo, em última instância, para que esse discurso fortalecido possa refluir para a realidade, transformando-a.




        Palestra sobre Classificação Indicativa, às 17h30

        A palestra sobre Classificação Indicativa, será realizada pelos representantes do Ministério da Justiça, Davi Ulisses Brasil Simões Pires e Alessandra Mecedo. O objetivo do evento é esclarecer dúvidas e tornar mais transparente a forma como o Ministério da Justiça atua na interpretação dos critérios da Classificação Indicativa de obras audiovisuais e dos festivais de cinema.



        Nesta manhã de domingo, o FAM convida para o encontro de cineclubistas e o painel sobre o futuro do audiovisual

        2° Segundo Encontro de Cineclubistas, às 09h, na Sala Laranjeira

        Pauta do encontro:

            Apresentação do CNC - Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros
            Compartilhar experiências.
            Mapear e reconhecer a atividade cineclubista em Santa Catarina.
            Discutir sobre direitos do público.
            Acervo e difusão cineclubista.
            Formar a entidade representativa dos cineclubes catarinenses.

        Estarão presentes:

            Luiz Alberto Cassol - Presidente do CNC
            Gilvan Veiga - Secretário Geral do CNC
            João Batista Pimentel - Presidente do CBC-Congresso Brasileiro de Cinema e Diretor de Comunicação do CNC

        Painel sobre o Futuro do Audiovisual, às 11h, na Sala Aroeira

        Ana Paula Santana, Secretária do Audiovisual do Ministério da Cultura, discute sobre o  futuro do audiovisual.



        Sessão Itapema FM, às 12h30, no Auditório da Reitoria

        A sessão Itapema FM vai reprisar os dois filmes mais votados da Mostra de Curtas Mercosul, exibidos no dia anterior. Hoje serão exibidos os curtas Profana Via Sacra, de Alisson Sbrana, e Tempestade de Cesar Cabral. 

        Profana via Sacra

        Documentário sobre Reynaldo Jardim: ícone do jornalismo brasileiro, gênio criador, poeta revolucionário. Numa mistura de documentário e animação, esse curta mostra um pouco do cotidiano do poeta, recortado pelo seu Manifesto Literário do Poema Abstrato e pela animação do poema gráfico que dá nome ao filme. Profana Via Sacra é um passeio lúdico pela cabeça, história e arte de um dos gênios da cultura brasileira.




        Tempestade

        Um marujo solitário navega através de oceanos tumultuados por tempestades em busca do reencontro com sua amada. Segue uma rotina rígida de afazeres até que mudanças inesperadas em sua rota alteram seu destino. O diretor Cesar Cabral é conhecido do FAM, em 2009 ganhou o Prêmio de Melhor Animação pelo curta, também realizado em stop motion, Dossiê Rebordosa. O curta também será exibido na Mostra de Filme Infantil, que começa esta segunda-feira.



         



        sábado, 25 de junho de 2011

        Início da Mostra de Curtas do Mercosul e homenagem a Carlos Reichenbach marcam a noite deste sábado


        Astheros de Ronaldo dos Anjos


        Logo mais, às 19h, tem início a Mostra de Curtas do Mercosul, programação competitiva que distribui R$ 80 mil em prêmios. Serão exibidos nesta primeira sessão quatro curtas, sendo duas ficções (uma peruana e outra aqui de Florianópolis), um documentário e uma animação:

        Carlos Reichenbach por Bruno Fernandes

        Logo em seguida, será prestada uma homenagem ao cineasta Carlos Reichenbach, que teve uma pequena retrospectiva de sua obra exibida no Cine Pitangueira como parte dos preparativos para o FAM. Reichenbach participou do primeiro FAM, em 1997, e de lá para cá tem sido figura marcante no festival e no cenário do cinema brasileiro contemporâneo.

        Às 21h, para encerrar a programação deste sábado, é a vez do segundo longa da Mostra Mercosul: o argentino Rehen de Ilusiones, do consagrado Eliseo Subiela, diretor de El lado oscuro del corazón, No te mueras sin decirme a dónde vas e Hombre mirando al Sudeste.



        O filme conta a história do romance entre um escritor quase sessentão com uma mulher mais jovem, filha de um torturador da ditadura militar. Ele será apresentado por seu produtor, Miguel Angel Rocca. Segundo ele, o filme é "uma história de amor com personagens que são produto da realidade social argentina, da ditadura, da pós-ditadura e as sequelas que ficaram no país".

        Conheça as atividades desta tarde de sábado no FAM

        Mostra Outros Olhares, às 14h na Reitoria da UFSC

        Filme L’amore non esiste, de Massimiliano Camaiti, que será exibido na mostra Outros Olhares.


        Nesta tarde de sábado, o FAM inicia a Mostra Outros Olhares, desta vez o festival presta uma homenagem ao cinema italiano, a curadoria é de de Rodrigo Diaz e Massimo Forleo, da Associação pela Promoção da Cultura Latinoamericana na Itália – APCLAI, organizadora do Festival de Cine Latino Americano de Trieste. Serão exibidos nove curtas, os filmes dos cineastas Francesco Apice (La Preda), Massimiliano Camaiti (L’Ape e il Vento e L’amore non esiste) e Marco Gianfreda (Io Parlo ! e Pizzangrillo). A mostra será exibida à partir das 14h no auditório da Reitoria da UFSC. 

        Painel Panorama e Tendências da Indústria Audiovisual Global

        Palestra de Steve Slote, às 14h, na Sala das Laranjeiras. 

        Fórum Audiovisual Mercosul com debate sobre A escritura, o escritor e o fIlme

        Neste sábado, às 15 h, se inicia o Fórum Audiovisual Mercosul intitulado A escritura, o escritor e o filme, terá a participação do escritor catarinense Fábio Brüggemann, do roteirista Marcelo Esteves e do cineasta, roteirista e escritor baiano Orlando Senna, ex-secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, ex-presidente da TV Brasil e atual presidente da TAL - Televisão América Latina, uma rede de comunicação entre canais educativos, produtores independentes e instituições culturais de toda a América Latina. O debate será transmitido ao vivo, através do site do FAM, é só clicar no link ao vivo.


        Painel Aspectos Legais da Produção e Coprodução Audiovisual no Brasil 

        Palestra de  Fábio Cesnik, 15:30h na Sala das Laranjeiras no Centro de Eventos da UFSC

        Doc-FAM com pré-estreia do filme Sobre Futebol e Barreiras, às 16 horas na sala da Reitoria



        Sobre Futebol e Barreiras - Teaser from Olé Produções on Vimeo.


        O Doc-FAM inicia suas atividades com a pré-estreia do filme Sobre Futebol e Barreiras, de Lucas Justiniano, Arturo Hartmann, José Menezes, João Carlos Assumpção, uma coprodução entre Brasil e Israel. O futebol e o Mundial da África do Sul costuram a história, em que mostra as conflituosas relações de israelenses e palestinos durante o maior evento esportivo do mundo.

        Na manhã de Sábado, FAM abre com oficinas e o Encontro Mercocidades

        Nesta manhã de sábado, durante o FAM, serão realizadas a oficina Clínica de Projetos do LATC (Centro Latino Americano de Treianemento e Assessoria Audiovisual) e a Palestra Restauração de Película. Além do Encontro Mercocidades.

        Oficina LATC (Centro Latino Americano de Treianemento e Assessoria Audiovisual), às 09h na sala de Negócios, do Centro de Cultura e Eventos.


        Para a realização da Clínica de Projetos da LATC (Centro Latino Americano de Treianemento e Assessoria Audiovisual) , com Steve Solot e Fábio Cesnik, foram realizadas inscrições prévias, e escolhidos dez trabalhos audiovisuais, que serão apresentados em encontros de 30 minutos entre os consultores e produtores, para apresentação e avaliação dos projetos, que receberão assessoria comercial e jurídica e uma análise resumida por escrito. A oficina é uma realização da LATC com apoio de Santacine, Funcine e Cinemateca Catarinense. À tarde, Steve Slot e Fábio Cesnic apresentam uma palestra aberta ao público.


        Palestra de Restauração de Película, às 09 horas, na sala Aroeira, no Centro de Cultura e Eventos.

        Palestrantes: Carlos Brandão e Myrna Silveira Brandão

        Convidados: Marcondes Marchetti e Gilberto Gerlach

        Numa realização do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, A Hora da Estrela, de Suzana Amaral, foi restaurada com o apoio e pela equipe da Labocine, coordenada por Francisco Sérgio Moreira. A oficina pretende capacitar o aluno a entender o processo e a importância da restauração de película para a memória e o imaginário do cinema nacional, com a exibição do filme e debate com os presentes.


        Encontro de Cultura Mercocidades

        Encontro de Cultura Mercocidades, que servirá para dar andamento ao plano de trabalho da Unidade Temática de Cultura da Rede Mercocidades, bem como agregar a estes esforços o potencial cultural e de integração do audiovisual. O encontro tem como objetivo discutir criar uma rede de circulação de vídeos e filmes dos países do Mercosul entre as cidades que integram a Rede Mercocidades. O encontro terá dois debates "Panorama global e sul-americano do audiovisual", e outro sobre "O audiovisual no aprofundamento da integração do Mercosul".



        sexta-feira, 24 de junho de 2011

        Longa premiado "Estamos Juntos" abre hoje o FAM 2011




        Faltam poucas horas para o início do FAM 2011! A abertura do evento será às 18h com a apresentação da banda Terra Firme, resultado do projeto Bandas Escolares, integrando a musicalização como inclusão sócio-educacional e cultural com as comunidades, da Secretaria de Educação e Cultura do Município de São José/SC.

        O filme de abertura este ano será "Estamos Juntos", que será exibido às 21h, no auditório do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. O Toni Venturi, diretor do filme estar presente na noite de estreia. Venturi já é conhecido no FAM, esteve em 2002 com Latitude Zero e abriu o festival em 2005 com o premiado Cabra-Cega.

        Sobre o filme de estreia




        Estamos Juntos, de Toni Venturi, abre a Mostra de Longas Mercosul do FAM 2011 – Florianópolis Audiovisual Mercosul. Grande vencedor no recente Cine-PE - Festival do Audiovisual, com palco em Recife, levou sete estatuetas Calunga: filme, direção, roteiro, atriz, montagem, fotografia e crítica.

        Terceiro longa-metragem do diretor, novamente permeia questões políticas e sociais, característica presente tanto em seu trabalho de documentário, como na ficção. A trama se passa em São Paulo e centra nas pequenas histórias em meio a agitada cidade.

        A vida da médica residente Carmen (Leandra Leal) começava a se moldar conforme seus planos: uma vida independente, ao lado do seu divertido amigo DJ, Murilo (Cauã Reymond), e distante das amarras da cidade provinciana de onde veio. Um cotidiano de trabalho e estudos energizado por uma aventura amorosa com um músico argentino, Juan (Nazareno Casero), ao mesmo tempo em que divide sua intimidade com um enigmático homem (Lee Taylor). Mas quando sintomas de uma grave doença surgem na rotina desta médica residente sua vida se transforma, para sempre.

        O filme gira em torno de dois núcleos: o hospital em que Carmen trabalha e no do MSTC (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto do Centro), onde a atriz Dira Paes vive a líder do grupo sem-teto em um prédio ocupado no Centro de São Paulo. Débora Duboc, no papel de enfermeira do hospital, é quem faz a ponte entre Carmen e o MSTC.





        quinta-feira, 23 de junho de 2011

        Façam as apostas - Quase 60 obras foram selecionadas para as quatro mostras competitivas



        Mundialito, convidado da DOC-FAM, fala sobre o curioso mini campeonato mundial, organizado pela Associação de Futebol do Uruguai, apoiada e aprovada pelo governo e pela FIFA, durante a ditadura militar uruguaia/Divulgação

        Nas quatro mostras competitivas do FAM 2011 – 15º Florianópolis Audiovisual Mercosul - Curtas Mercosul, Catarinense, Doc-FAM e Infantojuvenil - estarão em disputa 55 obras que traduzem a diversidade da produção audiovisual latino-americana. Tirando, por motivos óbvios, as que fazem parte da Mostra Catarinense, participam do festival filmes e vídeos de 11 estados brasileiros e sete outros países.

        A Mostra de Curtas Mercosul, janela para exibir produções de até 30 minutos em 35mm ou digital brasileiros e de países latino-americanos, selecionou 25 filmes, sendo oito estrangeiros. Dois catarinenses, Mulher Azul (La Femme Bleue), como convidado, e Astheros integram a lista da Mostra e fazem suas estreias nas telas do próprio festival.

        Na Mostra Catarinense, janela exclusiva para a divulgação da produção do Estado, com trabalho de até 30 minutos de duração e exibição em suporte digital, foram escolhidas 10 obras, entre elas uma convidada, Entrelinhas, de Letícia Cardoso e Pedro MC. São documentários, ficções e experimental.

        Na Infantojuvenil 10 obras de oito estados integram a mostra, dedicada a temáticas deste público específico, composta com produções de todos os gêneros e duração de tempo em suporte digital e 35 mm.

        A Doc-FAM, espaço exclusivo para exibição de documentários de média e longa-metragem digital, elegeu 10 obras para a mostra competitiva, além dos dois curtas-metragens convidados Mundialito, de Sebastian Bednarik, e o argentino Revolución, de Leandro Ipiña.

        As obras escolhidas, exceto as convidadas, disputarão o Troféu Panvision em suas categorias. Os filmes e vídeos premiados serão exibidos em festivais parceiros do FAM desta edição - Fenaco (Festival Nacional de Cortometraje), no Peru, o Festival de Cinema Latino-americano de Trieste, na Itália, Festival Internacional de Cine do Paraguai e o Festival Cine//B, do Chile. O FAM chega este ano a 15ª edição.

        Confira os selecionados:

        Mostra de Curtas Mercosul

        A Casa das Horas, de Heraldo Cavalcanti (Fortaleza, ficção)

        A Noite Por Testemunha, de Bruno Torres (Brasília, ficção)

        Arbol, de Lucas Adrian Schiaroli (Cordoba/Argentina, ficção)

        Astheros, de Ronaldo dos Anjos (Florianópolis, ficção)

        Bernnô, de Pedro Gorski (São Paulo, documentário)

        Calle Última, de Marcelo Martinessi (Asunción/Paraguai, ficção)

        Circuito Interno, de Julio Martí (São Paulo, ficção)

        Dona Coroquinha, de Diogo Nii Cavalcanti (São Paulo, animação)

        Fábula das Três Avós, de Daniel Turini (São Paulo, ficção)

        Janela Molhada, de Marcos Enrique Lopes (Recife, documentário)

        Jardim Beleléu, de Ari Candido Fernandes (São Paulo, ficção)

        KinOpoÉTicaS - Katari Kamina, de Pedro Dantas (El Alto/Bolívia, documentário)

        Mulher Azul (convidado), de Maria Emília de Azevedo (Florianópolis, ficção)

        Muraña, de Sebastian Palacio (Buenos Aires/Argentina, ficção)

        O capitão chamava Carlos, de Andradina Azevedo e Dida Andrade (São Paulo, ficção)

        O plantador de quiabos, de Coletivo Santa Madeira (São Paulo, ficção)

        Profana via sacra, de Alisson Sbrana (Brasília, documentário)

        Propriedades de uma Poltrona, de Rodrigo John (Porto Alegre, animação)

        Regreso, de Jano Burmester (Lima/Peru, ficção)

        Rosa, de Monica Lairana (Buenos Aires/Argentina, ficção)

        Tchau e Benção, de Daniel Bandeira (Recife, ficção)

        Tempestade, de Cesar Cabral (Santo André, animação)

        Tlitanes, de Edison Cájas (Santiago/Chile, ficção)

        Tuya, de Ivan Mazza (Montevideo/Uruguai, Caracas/Venezuela, ficção)

        Zé[s], de Piu Gomes (Rio de Janeiro, Brasília, documentário)


        Mostra Catarinense:

        A Cidade Super 8, de José Manuel Sappino (Florianópolis/2011, Ficção)

        Mais ou Menos, de Alexander Antunes Siqueira (Florianópolis/2010, Ficção)

        De volta para casa, de Richard Valentini (Florianópolis, São José, Palhoça e Chuí/2010, Documentário)

        Making of, de Fabrício Porto (Joinville, São Francisco do Sul/2010, Experimental)

        Retrato Falado, de Melissa Lipinski e Oscar R. Júnior (Florianópolis/2011, Ficção)

        Ballet das Coisas, de Bruna Granucci (Florianópolis/2010, Ficção)

        f de faca, de Adriana Meyge e Mauricio Tussi (Florianópolis/2010, Documentário)

        Agnus, de Paulo Trejes (Florianópolis/2011, Ficção)

        Fritz, de José Alfredo Abrão (Florianópolis/ 2009, Ficção)

        Entrelinhas (Convidado), de Letícia Cardoso, Pedro MC (Florianópolis/2010, Documentário)

        Mostra Infantojuvenil:

        Negócio De Menino Com Menina, de Marcus Vilar (João Pessoa/2011, Animação)

        Musicaixa, de Jackson Abacatu (Belo Horizonte/2011, Animação)

        O Diário da Terra, de Diogo Viegas (Rio de Janeiro/2010, Animação)

        Naiá e a Lua, de Leandro Tadashi (São Paulo/2011, Ficção)

        Fábula da Corrupção, de Lisandro Santos (Porto Alegre/2011, Animação)

        Ela veio me ver, de Essi Rafael (Campo Grande/2010, Ficção)

        Procura-se, de Iberê Carvalho (Brasília/2010, Ficção)

        Tempestade, de Cesar Cabral - convidado (Santo André/2010, Animação)

        Cores & Botas, de Juliana Vicente (São Paulo, Vinhedo/2011, Ficção)

        Memória De Elefante, de Denise Moraes (Brasília/ 2010, Ficção)

        Doc-FAM

        Carne, Osso, de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros (São Paulo)

        Confesiones, de Gualberto Ferrari (Argentina)

        Copa Vidigal, de Luciano Vidigal (Rio de Janeiro)

        Mundialito (convidado), de Sebastian Bednarik (Rio Grande do Sul)

        Nélida Piñon - Mapas dos Afetos, de Julio Lellis (Rio de Janeiro)

        No lixo do canal 4, de Yanko del Pino (Paraná)

        Noel Rosa, Poeta da Vila e do Povo, de Dacio Malta (Rio de Janeiro)

        Perdão Mister Fiel, de Jorge Oliveira (Distrito Federal)

        Silêncio das Inocentes, de Ique Gazzola (Rio de Janeiro)

        Sobre Futebol e Barreiras, de Lucas Justiniano (São Paulo)

        Vivendo um outro olhar, de Guillermo Planel (Rio de Janeiro)

        Revolución (Convidado), de Leandro Ipiña (Argentina)

        quarta-feira, 22 de junho de 2011

        Debate aberto

        O Fórum Audiovisual Mercosul irá de 25 de junho a 1º de julho, na Sala Aroeira, do Centro de Eventos e Cultura da UFSC e reunirá nomes reconhecidos no setor do Brasil e dos países do Mercosul para uma vasta troca de experiências e informações. Dentro do Fórum, também haverá debates regionais, como o Encontro de Cineclubistas Catarinenses e Encontros Entidades Sul – este no Hotel Maria do Mar. Confira a programação:

        25/6, 15 h, “A escritura, o escritor e o filme”, com Orlando Senna, Péricles Prade e Fábio Bruggemann

        26/5, 15h, “O futuro do audiovisual no Mercosul”, com Ana Paula Santana – Secretaria do Audiovisual Brasil

        27/6, 10h, parceria com o I Congresso de TV Digital do Mercosul, “Criando, gerindo e disseminando conteúdos digitais”, com Cosette Castro (Universidade. Católica de Brasília), Silvio Da-Rin (TV Brasil) e Eva Piwowarski (TV Digital Argentina).

        28/6, 15h, “A estética singular do solstício: complexidade da imagem latina”, com Carlos Reichenbach , Matias Bize e José Geraldo Couto

        29/6, 15h, “Co-produções internacionais e conteúdos para televisão”, com Beto Rodrigues, Pablo Fernandez , Paulo Áreas e Petrus Barreto

        30/6, 15h, “Distribuição e novas tecnologias”, com Abrão Scherer, João Massarolo, Nelson Hoineff , Roberto D’Avila

        1/7, 15h, “Nóis no nó: o não ator e os limites do real no cinema”, com Edélcio Mostaço, Carmem Fossari, Everlyn Barbin, Lwei Bakongo, Murari Krishna e Zeca Pires.

        Ampla abordagem do cinema nas oficinas do FAM 2011

        O Festival, como de praxe, também abre espaço para a formação, com 10 oficinas nesta edição. A partir de sábado, dia 18, abrem as inscrições para Animação Stop Motion (com Lorena Striker, Daniel Marin, Homero Paz); Desejo ao Argumento: Criação e Clínica de Argumentos Cinematográficos (com Gilberto Scarpa); Se Filmou tem que Editar! (com Gilberto Scarpa); Gambiarras Audiovisuais: construa seu tripé com R$ 10! (com Nacho Durán) e Classificação Indicativa (Ministério da Justiça).

        Duas oficinas já tiveram inscrições encerradas: a Clínica de Projetos da LATC, com Steve Solot e Fábio Cesnik (encontros de 30 minutos entre os consultores e produtores, para apresentação e avaliação de projetos audiovisuais, que receberão assessoria comercial e jurídica e uma análise resumida por escrito. Foram aceitos 10 projetos de longas e médias-metragens, além de programas de televisão) e a do Vídeo Game do Cinema Brasileiro (com a SC Games).

        Os interessados nas três restantes poderão se inscrever na hora: Produção e Finalização de Som em 35mm e Cinema Digital (com Carlos Klachquin); Em Breve em todos os Cinemas: Tecnologia DCI (com Carlos Klachquin); e Restauração de Película (com Carlos Brandão e Myrna Silveira Brandão).
        O regulamento, a ficha de inscrição, horários e locais estarão disponíveis a partir de sábado, dia 18, na página Oficinas do site do FAM - www.audiovisualmercosul.com.br.

        quarta-feira, 15 de junho de 2011

        Robusta Mostra de Longas Mercosul



        Pompeya marca a estreia solo da atriz e cineasta Tamae Garateguy

        Mostra de Longas Mercosul do FAM, principal mostra não competitiva, leva as telas uma seleção robusta de filmes. Três novíssimas produções brasileiras estarão no festival. Toni Venturi volta a abrir o FAM (fez isso em 2005, com o premiado Cabra-Cega), na noite de 24 de junho, com Estamos Juntos, que arrebentou no último CINE-PE – Festival do Audiovisual, no Recife, levando sete Calungas. Riscado, o longa-metragem de estreia de Gustavo Pizzi (autor do celebrado documentário Pretérito Perfeito), e O Céu sobre os Ombros, de Sérgio Borges, ganhador de cinco Candangos no Festival de Brasília em 2010, incluindo melhor filme e direção, fecham com classe a participação brasileira.

        Da Argentina vêm representantes de duas gerações de cineastas: Rehen de Ilusiones, do consagrado Eliseo Subiela, 66,e La vieja de atrás, escrito e dirigido por Pablo José Meza, 37 anos, e Pompeya, surpreendente estreia solo da atriz e cineasta Tamae Garateguy, 38 anos.

        O representante do Chile é o vencedor do prêmio Goya – a máxima distinção do cinema espanhol - de melhor filme hispano-americano, La Vida de los Peces, de Matías Bize, e ganhador no mês passado do Prêmio Altazor do Chile nas categorias melhor direção, melhor roteiro e melhor ator e atriz.

        Do Uruguai vem Réus, de Eduardo Piñero e Alejandro Pi, filme cujo roteiro começou a ser concebido em Florianópolis, na Praia da Joaquina.

        A exibição da Mostra de Longas Mercosul ocorre no auditório Garapuvu do Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina entre os dias 24 de junho a 1º de julho, às 21h, com entrada gratuita. Como sempre é a mostra mais disputada, então, para garantir um lugar, chegar cedo é necessário.